Proposta educação Bolsonaro

O Ministério da Educação (MEC), comandando por Ricardo Vélez Rodríguez, enviou para todas as escolas públicas e privadas do país um e-mail pedindo para que, no primeiro dia de aula, “professores, alunos e demais funcionários da escola fiquem perfilados diante da bandeira do Brasil, se houver na unidade de ensino, e que seja executado o Hino Nacional”. Além disso, o texto pedia para que fosse lida uma carta de Vélez que dizia o seguinte: “Brasileiros! Vamos saudar o Brasil dos novos tempos e celebrar a educação responsável e de qualidade a ser desenvolvida na nossa escola pelos professores, em benefício de você, alunos, que constituem a nova geração. Brasil acima de tudo. Deus acima de todos!”. A palavra de ordem no final da carta foi utilizada ao longo da campanha do presidente Jair Bolsonaro — já seu Governo adotou como slogan “Pátria Amada Brasil”.

O e-mail e a carta foram primeiramente divulgados pelo jornal O Estado de S. Paulo, mas o MEC confirmou seu conteúdo ao El País. Disse ainda que se tratava “um pedido de cumprimento voluntário” que faz parte “da política de incentivo à valorização dos símbolos nacionais”. A mensagem ainda solicitava “que um representante da escola filme (pode ser com celular) trechos curtos da leitura da carta e da execução do Hino Nacional. E que, em seguida, envie o arquivo de vídeo (em tamanho menor do que 25 MB) com os dados da escola”. As imagens deveriam ser enviadas para os correios eletrônicos da assessoria de imprensa do próprio MEC e da Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República.

Para Claudia Costin, diretora do Centro de Excelência e Inovação em Políticas Educacionais da FGV e ex-secretária de Educação da cidade do Rio de Janeiro (2009-2014), o problema maior não é pedir que se cante o Hino Nacional. “Acho até positivo, faz parte da educação de um jovem a educação cívica — não como matéria. Quando eu fui secretária no Rio, a gente determinou que toda segunda-feira se cantaria o hino. Em vários municípios se canta o hino. Canta-se menos em escolas privadas que em públicas, não foi uma tradição que se perdeu”, explica. Além disso, o Governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sancionou em 2009 uma lei que obriga a execução do Hino uma vez por semana nos centros públicos e privados do ensino fundamental. “O que eu vejo de errado é associar cantar o Hino com um slogan de campanha”, acrescenta Costin.

https://ep01.epimg.net/brasil/imagenes/2019/02/25/politica/1551131887_454015_1551134868_sumario_normal_recorte1.jpg

 

Outro problema que Costin enxerga é a solicitação para que alunos sejam filmados. “Todo educador sabe que para tirar fotos você precisa de autorização dos pais, porque são menores de idade. Isso demandaria uma logística um pouco complexa”, argumenta. Já o MEC esclareceu que, “após o recebimento das gravações, será feita uma seleção das imagens com trechos da leitura da carta por um representante da escola. Antes de qualquer divulgação, será solicitada autorização legal da pessoa filmada ou de seu responsável”.

Vélez é um dos ministros indicados por Olavo de Carvalho, guru da extrema direita brasileira. Ambos defendem acabar com uma suposta “doutrinação ideológica marxista” sobre os 48,6 milhões de estudantes matriculados nas escolas da educação básica e os 8,3 milhões de alunos do ensino superior (dados do último Censo Escolar, de 2017). Desde que foi empossado, Vélez já defendeu a volta da disciplina de moral e cívica no curriculum do ensino fundamental, para que os estudantes aprendam a ser brasileiros, retomem “valores fundamentais” e saibam quais são “nossos heróis”. Ele chegou a dizer em entrevista à revista Veja que o brasileiro, quando viaja, “rouba coisas dos hotéis, rouba o assento salva-vidas do avião; ele acha que sai de casa e pode carregar tudo. Esse é o tipo de coisa que tem de ser revertido na escola”.

O ministro também já argumentou que a universidade “não é para todos”, uma afirmação que causou alvoroço em um país que assistiu, nos últimos anos, políticas de inclusão social e racial nos centros de Ensino Superior públicos. “A Educação tem uma série de desafios. O que eu sinto é que estamos discutindo questões menos relevantes ao invés de fazer aquilo que é necessário para dar um salto de qualidade na Educação”, opina Costin. “Isso demanda, por exemplo, melhorar a carreira do professor e trabalhar com as universidades para melhorar a formação do professor, e não de atos visíveis que não representam de verdade o que deveria ser feito”, acrescenta.

Parlamentares de oposição vêm argumentando que Vélez cometeu improbidade administrativa, um crime de responsabilidade. O deputado federal Marcelo Freixo (PSOL) anunciou que vai apresentar uma denúncia contra o ministro. Com informações do Jornal El País.

Até quinta-feira (28), técnicos de um projeto científico financiado pelo Ministério de Ciência e Tecnologia, através do CNPq, estão instalando placas fotovoltaicas em uma escola de Agroecologia em Ibimirim, no Sertão pernambucano. Os equipamentos compõem só uma parte de um sistema mais arrojado em construção no local. O sistema é o agrovoltaico. Ele integra a captação de chuva e reuso de água, acoplado à produção suspensa de alimentos por tubos e replantio de plantas nativas, irrigados com a ajuda da matriz energética distribuída através da transformação da energia solar. Ações científicas como está, que despertou o interesse da Sudene e pode se tornar uma política pública pelo Plano Regional de Desenvolvimento do Nordeste (PRDNE), serão analisadas pelo órgão durante um workshop nesta quarta-feira (27) e quinta-feira (28), em Boa Viagem, no Recife.

Quando este tipo de arranjo científico/produtivo estiver concluído, a rede de pesquisadores responsáveis (Ecolume), liderada pelo Laboratório de Mudanças Climáticas do Instituto Agronômico de PE, garante que será o primeiro sistema agrovoltaico do semiárido em atividade na América do Sul, de acordo com vários estudos técnico-científicos existentes na atualidade.

Além da produção de alimentos, o sistema contribuirá no replantio das plantas nativas da Caatinga, como o umbu que está em processo de extinção. “O ‘recaatigamento’ auxiliará ainda na fixação da água no solo e para umidade do ar, indispensável para o favorecimento de chuva. Por isso chamamos metaforicamente que se trata também de um processo para plantar água e irrigada pelo sol, porque a irrigação das plantas que favorecerá um ciclo hídrico completo se dá com ajuda da energia solar. E ainda terá o benefício das plantas servirem de alimento e remédios”, fala Francis Lacerda (foto), coordenadora do Ecolume e climatologista do IPA.

O workshop da Sudene é para analisar os projetos como o do Ecolume que pode auxiliar na construção da agenda científica do órgão no âmbito do PRDNE, com objetivo de consolidar o sistema regional e subregional de ciência, tecnologia e inovação da área de atuação da Sudene. Pela programação, o primeiro dia do evento será voltado para a apresentação institucional de cada ator, suas atribuições e execução de tarefas, bem como a apresentação sobre o PRDNE. Na quinta-feira (28), três áreas temáticas serão debatidas para a construção de um plano a ser também inserido na agenda científica. A Sudene convidou Francis para facilitar o eixo sobre jovens no semiárido. As outras temáticas serão desenvolvimento local e empreendedorismo. Com informações do IPA.

Paço do Frevo fica na Praça do Arsenal, no Centro do Recife — Foto: Andréa Rêgo Barros/Divulgação

O Ministério Público de Contas (MPCO), do Tribunal de Contas de Pernambuco (TCE-PE), solicitou o cancelamento da licitação para contratação da empresa responsável pela gestão do Paço do Frevo, no Centro do Recife. Também foi pedida a anulação do contrato que foi assinado pela prefeitura com o Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG) e está orçado em R$ 7,8 milhões.

Desde 2018, o museu, localizado no Bairro do Recife, enfrenta problemas de gestão. Em novembro, o Paço do Frevo teve que reduzir o horário de funcionamento até a renovação do contrato para a administração.

De acordo com a procuradora-geral do MPCO, Germana Laureano, o TCE-PE recebeu denúncias de irregularidades no processo licitatório, realizado em 2018.

Segundo a procuradora, dois pontos foram considerados procedentes e motivaram a representação, feita no dia 18 de fevereiro e divulgada nesta segunda-feira (25).

“Houve 15 dias úteis entre a publicação do edital e a realização da sessão de abertura das propostas. Isso ocasionou uma restrição da competitividade, já que apenas o IDG apresentou uma proposta. Essa organização social, inclusive, já era gestora do Paço. O prazo deveria ter sido de 45 dias, no nosso entendimento”, declara a procuradora.

Ainda segundo o TCE-PE, a composição do quadro de funcionários do IDG também é alvo da denúncia. “O instituto deveria contratar três pessoas com expertise em gestão, mas foram apresentados os currículos dessas pessoas, mas sem o comprovante de vínculo empregatício. A organização poderia ter apresentado um contrato de trabalho, por exemplo”, diz.

Ainda segundo Germana, a requisição é direcionada ao conselheiro Ranilson Ramos, relator das contas da Fundação de Cultura do Recife.

“Pedimos o cancelamento da licitação e, a partir do julgamento do relator, se for procedente, poderemos ver se cabem outras penalidades. O IDG e a prefeitura devem ser ouvidos antes disso”, afirma.

Resposta

Por meio de nota, a Prefeitura do Recife esclareceu que não recebeu notificação oficial a respeito do processo licitatório, colocando-se à disposição para esclarecimentos, caso seja solicitado.

A Prefeitura informou, ainda, que a seleção para a gestão do Paço do Frevo foi realizada, “em conformidade com todos os trâmites determinados por lei”, em outubro.

O resultado foi à contratação do Instituto de Desenvolvimento e Gestão (IDG) pelos próximos dois anos.

Redução de expediente

Em novembro, o Paço do Frevo reduziu temporariamente o horário de funcionamento durante o período de transição do contrato com o IDG, organização social que faz a gestão do local.

A parceria havia sido assinada em 2013 e garantia a manutenção e oferta regular dos serviços e programações do Paço do Frevo. A licitação que renovou o contrato foi feita após o vencimento da anterior. Com informações do G1/PE

http://i.mlcdn.com.br/portaldalu/fotosconteudo/43512.jpg

Para quem gosta de feriadão, a próxima Quarta-feira de Cinzas será de folga em Pernambuco. Tudo porque no dia 6 de março é comemorado o dia da Revolução Pernambucana de 1817.

A Data Magna foi transformada em feriado estadual no ano de 2017 e entrou em vigor só em 2018.

Sendo assim, o feriado nacional da terça-feira (05), de Carnaval, se juntará neste ano – apenas em Pernambuco -, às comemorações do considerado primeiro movimento pela Independência do Brasil.

Levantamento da FSBinfluênciaCongresso, índice de performance nas redes sociais da assessoria FSB, mostra que a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP) é a congressista mais influente nas redes sociais. O levantamento atribuiu notas às redes sociais de cada congressista considerando quantidade e o alcance das publicações, o número de seguidores e o engajamento.

No ranking, Hasselmann aparece com 65,8 pontos, enquanto o 2º lugar, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), tem 39,8 pontos. Em seguida vem o Sargento Fahur (PSD-PR), com 26,1.

A pesquisa (íntegra) também aponta que, entre os 10 congressistas mais influentes nas redes, 6 são novatos, ou seja, estão cumprindo o seu 1º mandato no Legislativo. Além de Joice e Fahur são eles: Carla Zambelli (PSL-SP), André Janones (Avante-MG), Flávio Bolsonaro (PSL-RJ) e Kim Kataguiri (DEM-SP).

A maior parte dos congressistas mais populares nas redes sociais está na Câmara. Apenas 6 dos 20 congressistas melhor classificados são senadores.

De acordo com o levantamento, o PSL é o partido dominante com mais nomes entre os mais influentes, tendo superado o PT, que até a legislatura passada teve a maior repercussão nas redes.

Eis a lista com os 20 primeiros colocados:

Moto Club será o adversário do Santa Cruz na próxima rodada do Nordestão / Foto: Divulgação / Moto Club

No site oficial da CBF, segue programada a partida entre Moto Club e Santa Cruz, pela quinta rodada da Copa do Nordeste, para o próximo sábado de Zé Pereira, 02 de Março. Na programação semanal do Santa Cruz, a viagem para São Luís segue agendada para a próxima quinta-feira. No entanto, a partida pode ter uma nova data de agendamento, a pedido da Polícia Militar do Maranhão, que afirma não contar com efetivo suficiente para cobrir as atividades do carnaval na capital maranhense e do jogo pelo Nordestão ao mesmo tempo.

O presidente da Federação Pernambucana de Futebol, Evandro Carvalho, revelou ter recebido contato da CBF, com a solicitação de uma data a ser remanejada no Campeonato Pernambucano, na tentativa de reagendar o confronto entre Moto e Santa. “A CBF nos contactou hoje pela manhã, logo cedo. Expliquei que não tenho nenhuma data”, aponta antes de relembrar o acordo de cessão de doze datas à Copa do Nordeste.

“A CBF pediu que fizéssemos o remanejamento na nossa tabela do Estadual para a Liga do Nordeste. Nós cedemos já doze datas para a Liga. Todas as federações liberaram, e a CBF repassou. Esforço que consumiu todas as datas para atender a essa simbiose de Estadual e Copa do Nordeste. Não temos nenhuma data que possa permitir uma alteração”, completa.

DOIS JOGOS EM MENOS DE 72H 

O mandatário da federação estadual afirma ainda que caso seja confirmada a mudança na tabela, o Santa Cruz terá que mandar a campo duas equipes diferentes para o jogo contra o Moto Club e o seguinte pelo Estadual, atendo à recomendação de respeitar o prazo mínimo de 72 horas entre uma partida e outra para os atletas.

“Se houver (mudança), o Santa Cruz terá que jogar com duas equipes diferentes. É uma situação que não podemos ajudar. Sob pena de acontecer o que houve naquela final de Sport e salgueiro. Naquele caso, não tivemos alternativas porque foi uma imposição da Conmebol à CBF. Não tivemos o que fazer. Neste caso, é da Liga. Seria um prazer disponibilizar para ajudar ao Santa Cruz, mas nós não podemos fazer”, encerra Evandro.

Foto: Divulgação

A bancada de oposição ao governo Paulo Câmara (PSB) na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) continua a “blitz” no Estado. Nesta segunda-feira (25), os deputados, capitaneados pelo líder da oposição na Alepe, Marco Aurélio (PRTB), visitam o Hospital Agamenon Magalhães, no bairro de Casa Amarela, no Recife. 

Os parlamentares já haviam visitado na semana passada o Hospital Getúlio Vargas, no bairro do Cordeiro, também na capital pernambucana. Segundo eles, lá foram encontrados vários problemas, como falta de medicamentos e pacientes com curativos sem troca há dias exalando mau cheiro.

Jorge William

Falta ao líder do governo na Câmara, Major Vitor Hugo (PSL-GO), o mínimo necessário para desempenhar a função: uma tropa e prestígio com quem interessa. Sem uma das duas coisas, dificilmente se conquista a outra.

O Major só conseguiu ser recebido por Rodrigo Maia depois do general Villas Bôas, ex-comandante do Exército, entrar no circuito e, falando em nome de Augusto Heleno, apelar para que o presidente da Câmara agendasse a audiência pedida por sua excelência.

Por isso que tudo está encaminhado para que Joice Hasselmann seja anunciada ainda esta semana como a líder do governo no Congresso.

Arte com imagem do galo da madrugada e logo do Juizado do Folião

O Juizado do Folião do Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) estará presente em mais um Carnaval do Recife. No sábado (02), durante o desfile do Galo da Madrugada, a unidade atenderá ocorrências que envolvam crimes de menor potencial ofensivo. 

Serão dois polos de apoio à população, onde os cidadãos poderão fazer o registro de ocorrências: no térreo do Fórum Thomaz de Aquino, na Avenida Martins de Barros, 593, bairro de Santo Antônio; e na Estação Central do Metrô do Recife, situada na Rua Floriano Peixoto, no bairro de São José. O serviço vai funcionar das 13h às 21h.

Na ocasião, serão atendidos casos que envolvem crimes cujas penas não ultrapassem dois anos de prisão, como agressões, brigas, danos ao patrimônio público e provocação de tumulto, além de causas cíveis de menor complexidade. Ocorrências consideradas mais graves são redirecionadas a outros órgãos da Justiça estadual, que durante o Carnaval, irão funcionar em regime de Plantão.

Esta é a 12ª edição do Juizado do Folião, parceria do TJPE com o Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a Defensoria Pública, a Ordem dos Advogados – Seccional Pernambuco (OAB-PE), a Secretaria de Defesa Social (SDS), a Secretaria de Direitos Humanos, as polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros Militar, o Instituto de Medicina Legal (IML) e o Instituto de Identificação Tavares Buril (IITB).

Plantão Judicial

De sexta-feira (1º) até a quarta-feira de cinzas (06), o Tribunal de Justiça funcionará em regime de plantão, das 13h às 17h, atendendo ações cíveis e criminais com caráter de urgência. Além do plantão de 1º e 2º grau na Capital, também haverá atendimento de urgências na Região Metropolitana e em 14 comarcas do Interior. Confira todos os endereços, números de telefone e mais detalhes na página do Plantão Judiciário

Diógenes Braga também comentou que o Náutico tem recebido sondagens por alguns pratas da casa / Foto: Léo Motta/JC Imagem

No confronto do Náutico diante do Afogados da Ingazeira, pelo Campeonato Pernambucano, que terminou com a vitória do Timbu por 3 a 1, o técnico Márcio Goiano entrou em campo com seis jogadores formados na base alvirrubra e depois mais dois entraram no decorrer do jogo. Em entrevista coletiva, após a partida deste domingo, o vice-presidente executivo e de futebol do clube, Diógenes Braga, falou que a utilização dos pratas da casa mostra a importância de investir na formação de atletas.

“Ganhamos de 3 a 1 com gols de Thiago, Odilávio e Hereda da base. Não vamos jogar fora jogadores que tem 2 ou 3 anos de contrato para contratar um jogador de 6 meses. Estamos aqui para fazer o Náutico grande. O caminho é esse. Mas às vezes as coisas não dão certo. Se no jogo contra o Santa Cruz, por exemplo, tivesse um vencedor, seriamos nós”, comentou.

Negociações

Sem entrar em detalhes, o dirigente reforçou a necessidade de descobrir jogadores na base e, sem citar nomes de atletas ou de clubes, afirmou que futuramente vai negociar os garotos. “Nós precisamos revelar estes meninos que estão jogando. Vários clubes já sondam e mais na frente vamos fazer negociações que vão ajudar demais. Os meninos são patrimônio o clube. Caímos na Copa do Brasil, mas temos o Pernambucano e a Copa do Nordeste e vamos entrar com tudo na Série C” garantiu, Diógenes Braga.

O Blog PE Notícias recebeu da Assessoria do deputado Gonzaga Patriota uma nota de esclarecimentos quanto a sua internação em um hospital de São Paulo:

“O deputado federal Gonzaga Patriota (PSB-PE) apresentou um quadro viral, que gerou complicações no pulmão, fígado e trombose na região abdominal e está há oito dias em tratamento intensivo, por ainda requerer cuidados. Patriota agradece primeiramente a Deus e, também, aos seus familiares e amigos, pelo carinho, mensagens e orações de apoio que lhe estão sendo enviados”.                                              

Assessoria do Deputado Federal Gonzaga Patriota.

assembleia-legislativa-pe

Blog de Jamildo

O Tribunal de Contas do Estado de Pernambuco (TCE-PE) disponibilizou, no seu site oficial na Internet, a íntegra do julgamento das verbas indenizatórias dos deputados estaduais. O julgamento, pela irregularidade no uso das verbas, ocorreu em 12 de fevereiro. Foram citados no processo 22 deputados e ex-deputados.

O suposto esquema, apontado pelos auditores do TCE, envolvia o uso de notas de 7 empresas apontadas como “fantasmas” ou inexistentes.

Segundo o relatório, houve “o recebimento de verbas indenizatórias por 22 deputados estaduais, em face da apresentação de documentos fiscais emitidos por empresas constituídas apenas documentalmente e/ou sem capacidade operacional para o fornecimento dos bens e serviços contratados, no valor total de R$ 1.916.222,70”.

Após o início da investigação pelo TCE, quase todos os deputados e ex-deputados estaduais devolveram o dinheiro utilizado pela chamada verba indenizatória.

O deputado Romário Dias (PSD), segundo o relatório, está devolvendo 160 mil reais através de descontos parcelados na folha de pagamento.

“Em momento posterior, em 07/02/2019, a Assembleia Legislativa protocolou Termo de Alteração do Termo de Disposição Voluntária de Vontade, subscrito pelo Deputado Romário Dias (fls. 9.457/9.461), com a informação de que o ressarcimento do saldo de R$ 160.581,71 ocorrerá através da realização de desconto mensal na folha de pagamento dos subsídios recebidos pelo Deputado Romário de Castro Dias Pereira, em razão de exercício de mandato eletivo junto à ALEPE, em 48 (quarenta e oito) parcelas mensais, iguais e sucessivas, no valor de R$ 3.345,45”, diz o relatório.

O TCE também fez recomendações à Assembleia, como “que estruture uma verdadeira unidade de controle interno” e “adote medidas necessárias para a extinção do pagamento de verbas indenizatórias de apoio aos gabinetes dos Deputados”.

DENÚNCIA DE ANTÔNIO CAMPOS

A apuração começou por uma denúncia do advogado Antônio Campos, irmão do ex-governador Eduardo Campos, que apontou supostas irregularidades no uso da verba de gabinete do Professor Lupércio, quando deputado estadual.

Em 2016, Lupércio derrotou Antônio Campos no segundo turno de Olinda.

Em 2017, o advogado Antônio Campos, ao defender a condenação do atual prefeito de Olinda, Professor Lupércio (SD), por uso indevido da verba de gabinete como deputado estadual, revelou que outros parlamentares também usaram das mesmas empresas supostamente “fantasmas”, objeto da denúncia protocolada pelo advogado contra Lupércio.

Antônio Campos, na tribuna do TCE, revelou que foi pressionado por deputados e políticos para retirar a denúncia.

“Esse caso em julgamento, que julga um caso em concreto, na realidade, envolve não só o caso que está sendo julgado nesse processo. É um caso que se vê duas empresas dessas, infelizmente, forneceram a outros gabinetes, inclusive, esse modesto advogado que vos fala hoje foi pressionado por ter feito essa denúncia em relação a esse processo, que poderia prejudicar outras pessoas”, revelou Antônio Campos.

O advogado disse que o caso era de “utilização da chamada fábrica de notas, em que uma empresa fica fornecendo notas para cobrir despesas de gabinete”.

Antes do julgamento, Lupércio devolveu voluntariamente 136 mil reais aos cofres da Assembleia.

Conforme matéria publicada no JC, o Ministério Público de Pernambuco (MPPE) abriu investigação para esmiuçar os contratos feitos por 20 deputados e dois ex-deputados da Alepe com sete empresas que funcionam apenas no papel. O caso veio à tona, após o julgamento do Tribunal de Contas do Estado (TCE), que fez diligências e identificou a inexistência dos negócios. A reportagem do JC foi aos locais e comprovou que nenhuma delas funciona nos endereços informados.

Após quase 100 dias sem efetuar transações da Agência do Banco do Brasil, como um dos correspondentes, a Agência dos Correios da cidade de Carnaíba,  através da Regional em Salgueiro, informou na ultima sexta-feira que os Correios voltou às atividades com os serviços do Banco do Brasil.

Segundo o gerente Hamilton Aleixo, depois de um longo período buscando solucionar o problema que impedia a realização dos serviços bancários,  “comunicamos a população de Carnaíba que os serviços bancários de outrora já está normalizado, efetuando pagamentos, saques e transações além de pagamentos de boletos”, disse.

A cidade de Carnaíba, localizada no Sertão de Pernambuco, está sem agência bancária do Banco do Brasil desde o dia 2 de Fevereiro de 2018, que segundo o blog de Cauê Rodrigues, após um ataque de ladrões que em uma ação de assalto acabaram explodindo a agência que posteriormente foi demolida. Os usuários do Banco do Brasil utilizavam os Correios que ainda tentava facilitar a vida dos usuários de Carnaíba e Quixaba, que após ter os serviços suspensos também pelos Correios, passaram a fazer suas transações em agências de cidades como Afogados da Ingazeira, Flores, Serra Talhada e Princesa Isabel (PB).

http://pretonobranco.org/portal/wp-content/uploads/2018/01/24992252_10215379344223393_1579240804_n.jpg

Um áudio divulgado pelo Blog “A língua”,  de Petrolina, no Sertão pernambucano, traz declarações altamente comprometedoras atribuídas ao vereador Elias Jardim, da base de apoio do prefeito Miguel Coelho (ouça o áudio Aqui).

No áudio, que circula nas rede sociais, o vereador Elias Jardim (foto), confirma  que as indicações no Programa Nova Semente,  de professoras e gestoras, são feitas pelos vereadores de Petrolina, claro, aqueles da base de Miguel Coelho e ainda afirma que todo mundo sabe dessas indicações e que mandou desligar determinada professora porque não lhe deu “sartifacão”.

Além de revelar que aquela professora teria sido desligada por não lhe beijar a mão, o vereador confirma que outras professoras seriam desligadas porque não serviam para o posto, pelo simples fato de não irem ao seu gabinete bater continência.

Elias disse mais: “Eu tô trocando para colocar pessoas de confiança! A gente não vai ficar com esse tipo de gente. Eu não  tenho nada com esse povo não, por isso é que está saindo!”.

Os disparates ditos pelo vereador de Petrolina são verdadeira confissão do uso de um programa da Prefeitura para compra de apoio político seja pelo prefeito com relação a vereadores, seja com relação aos vereadores daquele município e seus eleitores.

É no mínimo contraditório que o governo Bolsonaro, que se elegeu prometendo acabar com o “toma lá, dá cá”, tenha escolhido para seu líder no Senado, ninguém menos que o pai e líder político do prefeito de Petrolina, “delatado” por sua própria base como useiro e vezeiro do pior tipo de clientelismo político, que beira à chantagem, ao exigir beija mão de servidores pagos com dinheiro público.

A prática, aliás, remonta aos áudios do prefeito de Camaragibe, que coagiu servidores comissionados a comparecerem a um bloco onde sua noiva era a principal atração, com ameaças de demissão.

SOBRE O PROGRAMA NOVA SEMENTE

O Programa Nova Semente é um Programa criado pela Prefeitura de Petrolina para implantação de escolas e creches nas comunidades da cidade. Até Miguel Coelho assumir a Prefeitura, professores eram selecionados por meio de seleção pública. O áudio revela que atualmente, o programa virou moeda de troca da gestão com vereadores e destes com seus eleitores.

https://3.bp.blogspot.com/-shzmamrFERg/WoLot2wSjuI/AAAAAAAAyDc/tmk06wVayug7R_-br1R6L7gTmi4mzGgbwCLcBGAs/s1600/chuva.volta.cair.Afogados.Ingazeira.Carna%25C3%25ADba.Tabira.Solid%25C3%25A3o.Iguaracy.jpg

Se durante a semana a chuva já vinha caindo frequentemente, neste final de semana o volume aumentou.

Em Afogados da Ingazeira no último sábado foram 75 mm, neste domingo foram mais 36, somando 111 mm em dois dias. As chuvas foram registradas também em Tabira, Solidão, Quixaba, São José do Egito e na zona rural desses municípios.

Ouvintes do programa Rádio Vivo, da Rádio Pajeú FM, informaram na manhã dessa segunda-feira (25), ocorrências de chuvas nas comunidades de Escada com 80 e 19 mm (sábado e domingo), Caiçara, Curral Velho, Barra, Poço de Pedra, Carnaúba dos Santos, Rosário, Mata Redonda, Salgadinho, Carnaubinha, e outros sítios. 

Para hoje a possibilidade de chuva em Afogados da Ingazeira é de 90%. Com informações do comunicador Anchieta Santos para o PE Notícias.