https://i.ytimg.com/vi/53M4Hqb7JuE/maxresdefault.jpg

Produtores de leite e derivados estão reclamando de prejuízos causados pela comercialização de alimentos falsificados. Em Ingazeira, no Sertão de Pernambuco, o produtor Rildo Belo conta que há quatro anos sofre com esse tipo de ação, que inviabiliza a venda de produtos pela competitividade desleal.

“Isso está quebrando todos nós. Os falsificadores vendem com o preço baixo, a gente não tem como acompanhar, perde as vendas e tem de diminuir a produção”, relata. Ainda de acordo com Rildo, o material pirata comercializado leva nata, margarina e óleo de soja, mais baratos do que os que utilizam leite puro.

O produtor apela aos políticos da região, como deputados votados no município, e ao governador Paulo Câmara para que aumente a fiscalização no sentido de que possa impedir a venda desses produtos falsos, que tornam a disputa desleal.