Operação da PRF para fiscalizar o transporte de cana-de-açúcar foi realizada entre os dias 22 e 30 de novembro — Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal

Uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) contra o transporte irregular de cana-de-açúcar resultou na apreensão de cinco caminhões e uma Kombi, além de 324 multas por diversas infrações. A ação aconteceu nas BRs 101 e 408, na Zona da Mata de Pernambuco, e o balanço foi divulgado nesta quarta-feira (02).

Denominada de Messis II, a operação que visa evitar acidentes foi realizada entre os dias 22 e 30 de novembro nos municípios de Paudalho e Carpina, na Zona da Mata Norte, e Palmares, Ribeirão, Ipojuca, Escada e Água Preta, na Mata Sul.

Durante a ação, 49 Certificados de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLVs) foram recolhidos, de acordo com a PRF. Dos 79 veículos fiscalizados, 63 eram caminhões.

Entre as infrações, estava o transporte de cana-de-açúcar nas partes externas dos veículos, com derramamento na pista, o que representa risco para acidentes, apontou a PRF.

Também foram encontrados veículos com para-choques e faixas refletivas em desacordo com as resoluções do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), pneus em mau estado de conservação, placas sem legibilidade e alterações do sistema de iluminação, conforme informou a polícia.

A PRF afirmou que o transporte de cana-de-açúcar precisa obedecer diversos requisitos para resguardar a segurança dos que utilizam a rodovia. É necessário que a carga seja acondicionada em veículos de carroçaria com guardas laterais fechadas ou com telas metálicas, além de estarem totalmente cobertas por lonas ou dispositivos similares, para evitar o derramamento sobre a via. Também podem ser utilizadas cordas para transportar o produto, de acordo com o tamanho da cana.