Prefeitura do Rio desmobiliza Hospital de Campanha do Riocentro

Colapso do sistema de saúde da maioria dos Estados e municípios levou o Tribunal de Contas da União a determinar que a Secretaria-Geral de Controle Externo realize uma ação específica sobre a situação.

O TCU quer averiguar causas e responsabilidades de governadores e prefeitos pela desmobilização dos hospitais de campanha para atender pacientes com covid e que seriam fundamentais para salvar vidas neste momento.

A decisão deu prazo de 15 dias para apresentação dos resultados e foi tomada no processo que investiga não cessão de leitos militares ao SUS.

Em março, o governo do DF anunciou abertura de três novos hospitais de campanha, que terão 300 leitos de UTI para pacientes com covid-19.

Também em março, o governo paulista anunciou 11 novos hospitais de campanha, mas serão menos leitos 140 de UTI e 140 de enfermaria. As informações são do Diário do Poder.