Brigadistas combatem o incêndio na Chapada Diamantina  (Mateus Pereira/GOVBA)

Portaria conjunta dos ministérios da Economia e do Meio Ambiente publicada nesta terça-feira (04) no Diário Oficial da União autoriza o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) a contratar, por tempo determinado, até 1.659 profissionais para o atendimento de emergências ambientais.

Os contratos terão validade de até seis meses e o valor da remuneração será definido pelo Ibama.

De acordo com a Portaria nº 46, há previsão para contratar até 912 brigadistas, 160 chefes de esquadrão e 71 chefes de brigada, no caso das “brigadas normais”.  Já para as brigadas especializadas foi autorizada a contratação de 393 brigadistas, 53 chefes de esquadrão e 25 chefes de brigada.

Serão contratados também 40 gerentes estaduais e cinco gerentes federais.