Esporte

Por Franklin Portugal*

E mais uma vez ele está avançando de fase, e indo pra parte decisiva do Campeonato Pernambucano. Mais uma vez mostra que é possível sonhar. O Afogados FC não se contentou em ser apenas coadjuvante, deu logo as costas pra qualquer Quadrangular de Luta contra o rebaixamento e chega as quartas de final, com holofotes virados para uma equipe do Sertão entre os principais da competição. Modesto e heroico, o Afogados FC já deu provas de que pode ousar. E finalmente, depois de todos os jogos realizados no último domingo, temos agora os clubes definidos para as etapas de sequência do Estadual.

Pela pontuação, Náutico e Sport, líder e vice-líder da primeira fase, já se garantiram nas semifinais. Estão aguardando outros dois clubes serem definidos para o Campeonato ir se encaminhando para o fim nessa edição 2021.

As equipes que vão se juntar a Náutico e Sport, vão disputar primeiro as quartas de final. Em jogo único, sendo os confrontos já amanhã (05):

  • Salgueiro x Vera Cruz, no Cornélio de Barros, às 18h45.
  • Santa Cruz x Afogados, no Arruda, às 21h.

Já para aqueles que não tiveram competência, vão jogar o Quadrangular do rebaixamento com 3 rodadas, onde dois times caem para segunda divisão e os outros dois permanecem na Primeirona. Amanhã também teremos:

  • Retrô x Central, na Arena de Pernambuco, às 15h.
  • Sete de Setembro x Vitória, no Gigante do Agreste, às 15h.

O detalhe é que agora sim, depois de 11 anos, o Sete na elite do futebol do Estado, vai jogar em casa, no Gigante do Agreste, em Garanhuns. Até então o estádio não tinha sido aprovado pela Federação Pernambucana de Futebol, fazendo o Sete mandar jogos em Caruaru.

Nessa primeira fase foram 45 jogos disputados. E no último domingo, o placar que chamou a atenção: Sport 3 x 0 Náutico. Desse resultado, há o que se refletir: ou o Náutico, chamado de Timbatível, dono de 7 vitórias em 9 partidas só se acomodou por estar classificado, ou estamos vendo um Leão adormecido despertar, pra dar muito trabalho nessa reta final.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e escreve semanalmente crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.

Por Franklin Portugal*

Começamos hoje pelo não previsível, pelo que você não vê como lógica. O que você não vê assim? O pequeno “botar furando” no grande. E isso gera repercussão, ou não, quer pouco quando se trata de Pernambuco? Pernambuco é grande em tudo, e no futebol reverbera.

Tanto que o resultado fez o técnico Gallo pedir para sair, nem cantou de Gallo no Arruda, não.

É, isso aconteceu com Alexandre Gallo ao comandar o tricolor depois de 12 dias, atípico demais para o futebol brasileiro. Os demais treinadores podem absorver fase ruim de aproveitamento por semanas. O Santa, não,  após derrota para o Sete de Setembro de Garanhuns por 2 x 0 em pleno Arruda, por opção dele mesmo, o profissional Gallo, teve o pedido de demissão. Gallo deixa o comando técnico e na ação rápida do Santa para o Estadual. O Tricolor assina com Pedro Manta, ex-Afogados, e na verdade, ex Sete de Setembro, porque foi o resultado pro Sete no domingo passado que terminou na derrubada de Gallo, em que lá estava o Pedro como comandante do adversário: a pedra no caminho que mostrou pro Alexandre que era hora de pedir o boné, porque não viu estrutura no Tricolor para continuar.

O Santa Cruz 0 x 2 Sete de Setembro foi um jogo cercado de detalhes curiosos. O lanterna de Garanhuns bater um Santa, este com enorme dificuldade para armar ataques e ainda mais se defender.

Há de se dizer que a arbitragem errou ao marcar o pênalti no primeiro gol do Sete, não existiu penalidade Júnior Sergipano em Douglas Pelé. O segundo gol aos 50 do 2º tempo foi de Grafite, que ironia, o nome de um ídolo do Santa, mas este foi Luciano Grafite do Sete com um gol “imoral” e de cobertura em Jordan. Na comemoração, já tinha amarelo, mesmo assim tirou a camisa e levou o segundo, ganhando depois o vermelho e a expulsão. Fazer o que, né, Grafite? Foi à emoção.

O Sete de Setembro foi pra vice-lanterna e o Santa Cruz tá em 6º, última colocação da zona de classificação pra próxima fase.

Ainda tivemos  Retrô 0 x 1 Sport, estreia do técnico Umberto Louzer, Leão que se consolida na 2ª posição atrás do líder Náutico, e Retrô que caiu pra 7º, fora, no momento, do grupo dos 6 classificados pra etapa seguinte.

Salgueiro 1 x 1 Vitória, um vacilo do Carcará em casa, mas que por enquanto não compromete a situação do time sertanejo, em 3º e classificado. 

Vera Cruz 1 x 0 Central, longe de tempos passados de mais glória, a patativa mostrando que é mesmo a patativa, sem força, sem saber representar uma cidade como Caruaru, vai tentar na última rodada se classificar. Vera Cruz tá em 5º, tá na zona certa, mas não garantido pra próxima etapa.

Em Náutico 2 x 2 Afogados, partida realizada ontem, uma ocasião bonita, e resultado dos mais chamativos: porque a Coruja, o sertanejo, sem timidez, arrancou 1 ponto do Timbatível e nos Aflitos –  o Náutico vinha sendo chamado assim pela sequência de 7 jogos e 7 vitórias. Com o resultado de ontem, o Afogados FC comemora, está classificado para a próxima fase sim, independente do que ocorra amanhã ou domingo. Avança de fase, sim sinhô.

A última rodada dessa primeira fase será toda no domingo.

Sport x Náutico, Ilha do Retiro, 16h.

Afogados x Santa Cruz, Vianão, 16h.

Central x Salgueiro, Lacerdão, 16h.

Vitória x Retrô, Arena de Pernambuco, 16h.

Sete de Setembro x Vera Cruz, sem local divulgado, 16h.

(*) Teremos ainda dois jogos atrasados desta fase:  Retrô x Santa Cruz, amanhã (28), Arena de Pernambuco, 18h45.  E Salgueiro x Sete de Setembro, Cornélio de Barros, 20h.

Podem mexer com as últimas vagas da zona de classificação, alterando colocações, mas não tirando a classificação de Salgueiro, Afogados, Sport e Náutico. Santa e Vera Cruz podem ainda cair fora, mesmo agora na zona de classificação.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.

Cartelas da Mega-Sena Foto:
/ Arquivo O Globo

Nenhum apostador acertou as seis dezenas do concurso 2.365 da Mega-Sena, realizado neste sábado (24). O próximo sorteio, na quarta, pode pagar R$ 28 milhões.

As dezenas sorteadas são: 01 – 17 – 28 – 37 – 44 – 50.

A quina teve 40 apostas ganhadoras. Cada um receberá R$ R$ 60.015,09. A quadra teve 2.940 apostas ganhadoras. Nesta última, cada uma levará R$ R$ 1.166,47.

Rinaldo Martorelli, presidente do Sindicato de Atletas de SP

À frente do Sindicato dos Atletas Profissionais do Estado de São Paulo (Sapesp) desde 1993, o ex-goleiro Rinaldo Martorelli deu a si próprio, no ano passado, um bônus de R$ 3,5 milhões, além de receber salário mensal de R$ 50,6 mil. Os valores foram obtidos pelo GE, em reportagem publicada ontem, a partir de documentos obtidos em cartórios de São Paulo.

A reportagem obteve uma série de documentos — atas de assembleias, balanços, orçamentos, correspondências e alterações de estatuto — que contam como o ex-goleiro do Palmeiras assumiu o sindicato numa época de vacas magras e aproveitou o crescimento do futebol para alavancar seus ganhos. Por sete anos, Martorelli não ganhou salário até que, em janeiro de 2000, criou uma remuneração mensal para seu cargo. Em janeiro de 2005, o presidente contratou o filho, Guilherme Martorelli, como advogado do sindicato.

Em março de 2020, o sindicalista propôs que a assembleia da entidade aprovasse um bônus retroativo que, em valores estimados, chega a R$ 3,5 milhões. Ainda em 2020, Martorelli transformou o Sapesp em uma empresa de agenciamento de jogadores e intermediação de transferências, para que possa faturar a partir da negociação de direitos federativos e econômicos. Por causa disso, entrou em conflito com a CBF.

provação dos ganhos

Os sindicatos de jogadores de futebol são responsáveis pela intermediação do direito de arena. Uma parte do dinheiro do futebol (5%) é retido e repassado para as entidades, que se responsabilizam por distribuir aos atletas. O Sapesp hoje acumula R$ 47 milhões em caixa. Continue lendo

alt

As equipes masculina e feminina da seleção brasileira, que vão disputar os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 na modalidade do futebol, descobriram nesta quarta-feira (21) os adversários que vão enfrentar na fase de grupos da competição. 

A seleção brasileira masculina defenderá o ouro olímpico conquistado no Rio, em 2016, em uma chave composta por Alemanha, Costa do Marfim e Arábia Saudita na primeira fase. O Brasil encabeçou o sorteio que definiu os confrontos do grupo D.

A trajetória do Brasil na competição começa em Yokohama, contra a Alemanha, no dia 22 de julho. O primeiro jogo é uma reedição da final olímpica de 2016, que conferiu o ouro ao Brasil, nos pênaltis. Em seguida, no dia 25, os atuais campeões enfrentam a Costa do Marfim, no mesmo estádio. A última disputa da primeira fase ocorre no dia 28 de julho, contra a Arábia Saudita, em Saitama.

Apenas as duas melhores equipes de cada grupo poderão seguir na competição. Ao todo são 16 seleções distribuídas em 16 chaves. Com o fim da fase de grupos, a disputa seguirá no formato mata-mata a partir das quartas de finais até a decisão.

Confira abaixo as informações sobre os jogos do Brasil:

1ª rodada

  • Brasil x Alemanha
    Estádio Yokohama
    Data: 22 de julho
    Horário: 5h30 (de Brasília)

2ª rodada

  • Brasil x Costa do Marfim
    Estádio Yokohama
    Data: 25 de julho
    Horário: 5h30 (de Brasília)

3ª rodada

  • Brasil x Arábia Saudita
    Estádio Saitama
    Data: 28 de julho
    Horário: 5h (de Brasília)

Veja quais seleções estão em cada grupo:

Grupo A

  • Japão
    África do Sul
    México
    França

Grupo B

  • Nova Zelândia
    Coreia do Sul
    Honduras
    Romênia

Grupo C

  • Egito
    Espanha
    Argentina
    Austrália

Grupo D

  • Brasil
    Alemanha
    Costa do Marfim
    Arábia Saudita

Por Franklin Portugal*

No Campeonato Pernambucano,  já têm algumas rodadas, começaram a propagar que o Náutico não era só o Timbu, mas juntando um trocadilho, o Náutico era e está sendo o “Timbatível”. Expressão para indicar que não tem pra ninguém nesse Estadual. O alvirrubro é uma equipe a ser batida, que é um sério candidato ao título de 2021. Olhando os números, não dá pra tirar a razão dos mais empolgados. Afinal, nesse Pernambucano, são 7 jogos, e destes, 7 vitórias. Isso aí: aproveitamento máximo, digno de elogios, com um ataque ajustado, tanto é que o saldo de gols é de 16. 

Alguém pode dizer que foi uma tarefa fácil até aqui, porque tirando o Salgueiro, osso mais duro de roer no interior por enquanto, o Náutico enfrentou equipes que não estão num nível pra ser obstáculo de verdade nessa caminhada para garantir a Taça. Mas, faltava vê-lo num clássico. E diante do Santa Cruz no último domingo obteve a vitória de forma convincente: 2 x 1. O time do técnico Hélio dos Anjos é veloz e se entende bem entre os setores, especialmente o ofensivo. A defesa tricolor não conseguiu acompanhar Kieza e companhia. Embora o Santa tenha melhorado no segundo tempo de jogo.

O Santa perdeu justamente na estreia do técnico Alexandre Gallo. Gallo viu só uma parcela que prova que o tricolor ainda não esquentou, tá meio morno, meio frio, e mostrou isso durante a penosa participação na Copa do Nordeste.  Quem sabe um esquema adequado do novo treinador possa mudar essa situação da água pro vinho?

Já o Sport, passou fácil em Caruaru por 2 x 0 contra o Sete de Setembro. Resultado que não deve iludir ninguém. O elenco rubro-negro é um dos mais desencontrados, e só consegue vencer nossos interioranos – exceção feita ao Afogados FC que empatou em 0 x 0 no Vianão, contra o Leão pela quinta rodada. Mas o Sport também está de técnico novo: Umberto Louzer. Que pode trazer soluções, e é o que se espera.

O Pernambucano segue amanhã (21)  com Santa Cruz x Salgueiro, no Arruda, 19h.  Os dois estão na zona de classificação, o Santa é o 5º e o Salgueiro, o 4º lugar.

A zona de classificação vai do 3º ao 6º lugar, porque 1º e 2º já se habilitam direto para a final do Campeonato. Do 7º ao 10º, ficarão aqueles que farão um quadrangular do rebaixamento.

No sábado (24), vai ter Retrô em 6º  x  Sport, o 2º, na Arena de Pernambuco, às 17:45h.

Já no domingo (25), Vera Cruz em 8º  x Central, o 7º, na Arena de Pernambuco, às 15h.

No mesmo dia, Santa Cruz x Sete de Setembro, time de Garanhuns que é o 10º, o lanterna.

Também no domingo, Salgueiro x Vitória, que é o 9º, no Cornélio de Barros, às 16h.

E segunda-feira (26),  o líder absoluto Náutico  x  Afogados, heroicamente em 3º.  A segunda vitória, triunfo por 2 x 1 em cima do Vera Cruz, deu ânimo novo para equipe sertaneja.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o PE Notícias.

Por Franklin Portugal*

Eu achei por bem começar falando da volta de alguém. E não, não tô falando de jogador. Não agora. Estou me referindo ao retorno de Galvão Bueno às narrações de futebol depois de meses de pandemia em que esteve afastado. Vacinado, imunizado, contra a covid-19, trabalhou no jogo de domingo passado: Flamengo x Palmeiras, pela Supercopa do Brasil. Deu pra perceber que tá fora de ritmo. Falou coisas desnecessárias, mas comemora de todo jeito essa volta. Esse profissional com “trocentos” anos de experiência. E apesar do comportamento polêmico fora da mira das câmeras e da arrogância segundo alguns, pregou que todos que puderem, humildemente, possam ajudar os mais necessitados nesta pandemia.

Falando nisso… quem tá necessitado? Quem é esse?  Claro, aqui, me refiro a outro tipo de “necessitado”. Um do tipo que é o Sport. É isso. Time que na verdade, desde que escapou do rebaixamento ano passado, não encontrou mais o rumo. Como falei antes, resultados positivos do Pernambucano não eram parâmetro para medir rendimento. Copa do Brasil é, e o Leão foi eliminado na primeira fase. Copa do Nordeste o é, e o Rubro Negro também não se classificou para segunda etapa. Deu ruim, né? A busca é para acertar com novo técnico, já que Jair Ventura foi demitido. Agora, pela frente, só Campeonato Estadual. Amanhã (14) tem Sport x Vitória, na Ilha do Retiro, às 21h30. Também nessa quarta-feira, já em Caruaru, Central x Afogados, ás 15h.

E é bom todos se ligarem, porque anunciam por aí que há na competição um tal de “Timbatível”. Esse é o apelido do Náutico, depois de mais um triunfo, e bote triunfo nisso: 4 x 1 em cima do Retrô na última rodada.  O Náutico tem 6 jogos no Campeonato e nada mais nada menos que 6 vitórias. Saldo de gols tem 15, já que tem sido o adversário das goleadas até aqui. O Timbu só joga domingo (18), e logo diante do Santa Cruz, portanto tem clássico bom pra se ver direto dos Aflitos, às 16h, no domingão. O Náutico tem 2 jogos a mais que o Santa, está com 18 pontos, é o líder absoluto. O Tricolor está em segundo com 8 pontos, uma distância boa, mesmo levando em conta os dois jogos de diferença que faltam para se igualarem.

Mas o Santa Cruz não só tem o Pernambucano. Diferente de todos os demais, tem uma segunda competição, e das mais rentáveis quando se trata de passar de fase: é a Copa do Brasil. Pois hoje mesmo é o desafio. Depois de ter eliminado o Ypiranga do Amapá, o Tricolor do Arruda pega o Cianorte, no interior do Paraná, às 19h. Será jogo único, em caso de empate, a decisão será nos pênaltis.

O Santa pode terminar a semana com o técnico Gallo no Recife. Os encaminhamentos estão sendo feitos para a contratação dele. Já pensou? Classificação na Copa do Brasil hoje, mais acerto com Gallo, e mais ânimo e força pra pegar o Náutico “de jeito”, o “Timbatível” domingo? Seria uma semana com ar de perfeita, eu diria, o torcedor concordaria…

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.

Moreilândia, meia do Salgueiro

O Salgueiro está próximo de desistir de participar do Campeonato Brasileiro da Série D. Alegando problemas financeiros, gerados pela perda de patrocínios e falta de renda nos jogos, o presidente do clube, José Guilherme, confirmou a informação na noite desta segunda-feira (12).

“São cinco, seis meses de competição. Não tem cota, não tem nada. Estamos apertados, correndo atrás de alguma coisa. Estamos tentando reverter o patrocínio da prefeitura, buscando outros também. No jogo contra o Corinthians, por exemplo, teríamos uma ótima receita, caso o torcedor estivesse no estádio. Acho que essa semana resolvemos essa situação”, contou o mandatário. 

Na Série D, o Salgueiro está no Grupo A3, ao lado de ABC, América, Atlético/CE, Caucaia/CE, Campinense, Treze/PB e Sousa/PB. Em caso de desistência da competição que tem início no final de maio, seu substituto representando Pernambuco será o Central. 

Em fevereiro, o Salgueiro chegou a enviar um ofício à Federação Pernambucana de Futebol (FPF), pedindo o desligamento das disputas da Copa do Nordeste e da Copa do Brasil, por conta da falta de recursos. Porém, um dia depois, voltou atrás e resolveu participar das competições. 

 Aposta única da Mega-Sena custa R$ 4,50 e apostas podem ser feitas até as 19h — Foto: Marcelo Brandt/G1

Ninguém acertou as seis dezenas do concurso 2.361 da Mega-Sena realizado na noite deste sábado (10) no Espaço Loterias Caixa, no terminal Rodoviário Tietê, na cidade de São Paulo. O prêmio acumulou.

Veja as dezenas sorteadas: 14 – 21 – 22 – 29 – 35 – 46.

A quina teve 61 apostas ganhadoras; cada uma receberá R$ 42.932,72. A quadra teve 3.782 apostas vencedoras; cada uma levará R$ 989,23.

O próximo concurso (2.362) será na quarta-feira (14). O prêmio é estimado em R$ 33 milhões.

Já para uma aposta com 15 dezenas (limite máximo), com o preço de R$ 22.522,50, a probabilidade de acertar o prêmio é de 1 em 10.003, ainda segundo a Caixa.

A doída eliminação da Copa do Nordeste com uma rodada de antecedência diante do Ceará, com goleada sofrida na Ilha do Retiro, fez com que o Sport tivesse a única escolha de manter seu foco total para a conquista do Estadual, última chance de salvar o primeiro semestre da temporada leonina. Por isso, após a demissão do técnico Jair Ventura, o Leão, que visita o Afogados FC, no estádio Vianão, hoje, às 20h, precisará virar a chave e buscar a segunda vitória consecutiva no Pernambucano para manter a boa campanha no certame. 

Terceiro colocado, com sete pontos em quatro jogos disputados, o Leão já vê o Náutico, líder da competição, com 12 pontos, desgarrar rumo à classificação direta às semifinais. Assim, para conquistar a segunda vaga direta e ter a possibilidade de descansar um pouco seu time, o Rubro-negro precisa buscar o acúmulo máximo de pontos e esse objetivo passa pela partida no Sertão. Além disso, o elenco rubro-negro visa apagar a má impressão deixada após a derrota diante do Ceará. 

“Acho que depois de uma derrota como foi essa, ninguém sugeriu ainda e só pensamos no próximo jogo contra o Afogados para “esquecermos” essa derrota sofrida contra o Ceará. Temos que pensar em vencer e entrarmos bem mais fortes para conseguir essa vitória e deixar o passado para trás e pensar no futuro”, disse o volante Marcão.

O histórico do confronto é completamente favorável aos rubro-negros. Em três encontros entre as equipes – todos pelo Campeonato Pernambucano -, o Leão venceu todos. Ao todo, foram nove gols marcados pelos rubro-negros e apenas um pela Coruja. O último embate, logo após os sertanejos eliminarem o Atlético Mineiro, na Copa do Brasil, foi vencido pelos leoninos por 4 a 0, com destaque para Hernane Brocador, que marcou duas vezes. 

Ficha do jogo

Afogados FC

Léo; Wendel Nery, Gabriel Gonçalves, Heverton, Thalison; Arez, Cal, Jordan, Vinícius Vargas; Índio e Fauver Frank.

Técnico: Sérgio China. 

Sport

Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Sander; Marcão, Betinho e Thiago Neves; Neilton, Toró e Tréllez.

Técnico: César Lucena (Foto acima). 

Local: Estádio Vianão

Horário: 20h 

Árbitro: Hugo Soares Dias Figueiredo

Assistentes: Clóvis Amaral da Silva e Michel Ferreira do Nascimento.

Por Franklin Portugal*

Começamos hoje com um exemplo a ser seguido. Não estou falando de time de Copa do Nordeste como alguém poderia supor. Estou falando de Pernambuco, e ainda bem que tem referência pra gente falar.  É a respeito do Retrô de Camaragibe, Região Metropolitana do Recife. Um clube que se encaixa no que eu acredito e defendo no futebol onde não se dispõe de grandes orçamentos: a forma de gestão consciente e eficaz.

Não é fácil encontrar jogadores bons com pouco dinheiro, mas ao olhar de quem contrata, é preciso ver atletas que cumprem o básico, o básico não é pedir demais: poder de defesa para zagueiros, precisão nos passes de laterais e meio campistas. Afinal, de outra forma, não se constrói ataque nenhum. E o mínimo que se espera são chutes que façam sentido por parte dos atacantes. Porque o mais que vejo, são “peças” que não cumprem o que espera de suas funções. E por que cargas d’água se contratam? Por que a insistência ao saber que já vai dar errado?

Muitas vezes têm-se 70% ou 80% de um bom time. Mesmo assim com poucos jogadores deficientes, a maioria ajuda a compensar os erros da minoria. Hoje, o Retrô do técnico Nilson Corrêa e o Salgueiro do treinador português Daniel Neri são equipes mais ajustadas nesse sentido.

O Retrô goleou o Central por 4 x 1 na rodada passada do Pernambucano em pleno Lacerdão. O Retrô, pela Copa do Brasil, já tinha eliminado o Brusque, de Santa Catarina, e deu um “calor” no Corinthians pela segunda fase, sendo eliminado nos pênaltis após 1 x 1 em tempo normal.

O rendimento do Retrô é uma lição. Primeiro para Sport e Santa Cruz, que não têm mais chance de classificação para próxima fase da Copa do Nordeste. Especialistas dizem que entendem a situação da equipe tricolor porque está passando por reformulação no elenco. Em se tratando do Leão, não, o argumento é que já tinha estrutura de Série A. Aqui eu discordo, porque mesmo assim essa “estrutura” de Série A já mostrava como não funcionava de jeito algum desde o ano passado.   

Pelo Pernambucano, o Santa pega amanhã (07), o Vera Cruz, no Arruda, às 18h. Depois enfrenta também em casa, só pra cumprir tabela, o Botafogo-PB, no sábado (10).

O Sport joga diante do Afogados amanhã, no Vianão, às 20h.  Uma chance do time sertanejo faturar pontos em cima de um time abalado. Após o meio de semana, enfrenta o Treze, em Campina Grande, no sábado às 16h.

Amanhã também pelo Estadual, um duelo interessante: o Náutico, líder, joga contra o Salgueiro, no Cornélio de Barros, no Sertão às 21h30. O Carcará acostumado com a Copa do Nordeste pode nos provar diante do Timbu, tudo o que eu falei de equipes modestas, que fazem por onde, que mais acertam do que erram no planejamento.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.

Por Franklin Portugal*

Para o torcedor pernambucano, hoje é só mais uma terça-feira, dia comum, pra se acompanhar as competições, fazer apostas de resultados com amigos. Agora, amanhã, não, se preparem porque essa quarta-feira (31) será outra história. E essas horas são de ansiedade porque antecedem ao Clássico das Multidões. Podem anotar: Estádio do Arruda, Santa Cruz x Sport, às 21h30. O confronto será pela Copa do Nordeste. E tanto tricolores, como rubro-negros, estão na lanterna de seus grupos, vejam só.

O Santa vem com empolgação por vencer o Fortaleza, longe do Recife, pela mesma competição, e fora de casa também, pela goleada de 4 x 0 no Ypiranga do Amapá, pela Copa do Brasil. Já o Sport venceu o Central por 2 x 0 no último domingo pelo Pernambucano. O gol de falta de Thiago Neves na partida acabou com um jejum inclusive: desde 3 de outubro de 2019 o Sport não fazia gol assim, de bola parada, passando pela barreira.

Contudo e inegavelmente, Santa e Sport são equipes carentes de reforços e de acertos. Embora sendo exatamente os últimos triunfos em cima de equipes modestas, o Santa tem espírito melhor pro jogo, acumulando duas vitórias seguidas.    

Mas tem quem tenha mais vitórias seguidas. E este é o Náutico, com 4 jogos e 4 vitórias. Isso só pelo Campeonato Pernambucano, já que o Timbu não participa de nenhuma outra competição por agora. Também não é pra menos. Se só tem o Estadual, então é focar e pensar em título logo de uma vez. Assim, se classifica para Copa do Brasil do ano que vem, assim como para a Copa do Nordeste, tendo direito a mais receita. Quanto às vitórias no Estadual, a equipe tem pegado adversários frágeis. Na verdade, vi o jogo em que o Sete de Setembro, de Garanhuns, foi bem pra cima do Náutico, embora tenha perdido por 1 x 0. E ainda falta ver o valente Afogados enfrentá-lo, o que será ainda na 8ª rodada, nos Aflitos. E o Salgueiro, será na semana que vem, Salgueiro que perdeu ontem à noite no Maranhão por 3 x 2 para o Sampaio Corrêa.

Pelo Pernambucano só teremos amanhã, Vitória x Sete de Setembro, na Arena de Pernambuco, às 15h. Depois, tem Central x Retrô, em Caruaru, no próximo domingo (04).

Como vem ocorrendo com muita frequência, a semana portanto é mais dela, a vedete regional, a Copa do Nordeste. Equipes aqui do interior, então, tão liberadíssimas para mais treinos e correções, para eu deixar, pelo amor de Deus, de chamá-las muitas vezes de frágeis aqui no blog.

*Franklin Portugal é repórter da TV Asa Branca – Afiliada Globo em Caruaru – e colabora semanalmente com crônicas esportivas para o Blog PE Notícias.

Mega-Sena Foto: Márcia Foletto / Agência O Globo

Uma aposta de Brasília acertou as seis dezenas do concurso 2356 da Mega-Sena, realizado neste sábado (27), e vai receber R$ 27.070.907,55.

Foram sorteados os seguintes números: 03 – 10 – 25 – 36 – 51 – 58.

A quina teve 100 apostadores premiados, e cada um vai receber R$ 27.164,44. Já a quadra teve 5.821 acertadores, e cada um vai levar R$ 666,66.

O próximo concurso da Mega-Sena será na quarta-feira, dia 31. A estimativa é que o prêmio chegue a R$ 2.500.000,00.

O pódio dos melhores técnicos de 2020 Foto: Arte O GLOBO

O Globo

Principal novidade na Série A deste ano, o limite na troca de treinadores gerou críticas e elogios de técnicos e dirigentes, como era esperado diante de uma decisão tão apertada. Na reunião dos clubes com a CBF, foram 11 votos a favor e nove contra a proposta.

Neste Brasileirão, cada equipe só poderá demitir um treinador; e cada técnico só poderá pedir demissão e assumir outro time uma vez. Se um clube demitir um treinador pela segunda vez, só poderá efetivar no cargo um outro profissional que já seja funcionário do clube. A medida também valerá na Série B.

Os treinadores mostraram sentimentos ambíguos. Ao mesmo tempo que acreditam que existirá maior estabilidade, temem o aumento de demissões após os Estaduais.

— A regra acaba obrigando clube e treinador a se aprofundarem mais nas suas escolhas. Isso, na minha opinião, gera um processo seletivo melhor e mais profundo, mas pode gerar efeitos colaterais como uma troca de treinadores em massa aos finais dos Estaduais. Pode ter também os clubes invistam mais em auxiliares fixos de maior qualidade para que, em caso de demissão, eles assumam o clube, opina Eduardo Barroca. Continue lendo

Quem entra no site da Fifa para verificar os grupos das eliminatórias europeias para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar, que começam nesta quarta-feira (24), verá que um deles, o C, traz um país que não existe.

Junto com a Itália, a Irlanda do Norte, a Bulgária, a Lituânia e a Suíça aparece nessa chave, de forma bizarra, o Estado Livre Irlandês.

O Estado Livre Irlandês existiu, sendo regido por uma monarquia, de 1922 a 1937, quando se tornou uma república, a Irlanda.

Não se deve confundir com a Irlanda do Norte, que faz fronteira com a vizinha mas que permaneceu, depois da Guerra da Independência da Irlanda (1919-1921), vinculada ao Reino Unido, junto com Inglaterra, Escócia e País de Gales.

O curioso é que a Fifa nem pode alegar que houve confusão, tendo sido incluído o antigo nome da Irlanda no lugar do atual, pois a atual Irlanda está em outro grupo, o A, das eliminatórias da Europa, que reúnem seleções de 55 nações em busca de 13 vagas para o Mundial.

Cinco grupos (do A ao E) têm cinco países, e os outros cinco (do F ao J), seis países.

O Grupo C, onde figura o finado Estado Livre Irlandês, terá nesta quinta-feira Itália x Irlanda do Norte e Bulgária x Suíça. No domingo os duelos são Bulgária x Itália (com transmissão do canal Space, às 15h45) e Suíça x Lituânia. E na quarta da próxima semana jogam Lituânia x Itália e Irlanda do Norte x Bulgária.

O Estado Livre Irlandês, correta e obviamente, não aparece na tabela de jogos; tão somente, grotescamente, na seção de classificação.

É questão de tempo para a Fifa corrigir o erro, mas a gafe, que rendeu neste espaço uma pitada de história da Europa, está registrada.